Materiais/Cursos
- Pessoal
- Alimentação
- Extras
- Jogos e Esportes
- Informática
- Artes
- Telefônia
- Dinheiro
- Música
- Concursos
- Adulto
 
Dicas e Guias
- Artes e Cultura
- Ciências e Experiências
- Compras e Serviços
- Culinária e Receitas
- Dinheiro e Finanças
- Educação e Sabedoria
- Esportes e Jogos
- Estética e Beleza
- Estudos Bíblicos
- Fontes de Referência
- Games e Truques
- Histórias e Contos
- Humor e Piadas
- Internet e Informática
- Lazer e Diversão
- Limpeza e Consertos
- Mágicas e Truques
- Música e Instrumentos
- Saúde e Tratamentos
- Outros - Variados
Escreva uma Dica!
Mensagens
- Amizade
- Estudos e Cursos
- Humor
- Natureza
- Pessoa
- Reflexão
- Religiosa
- Saúde
- Vida
Envie sua Mensagem
 
Sites de Conteúdo Gratuito
- acesso grátis
- albúm de foto
- agenda virtual
- antivírus grátis
- bate papo
- blogs & Cia
- bookmarks
- brindes e prêmios
- cartões virtuais
- classificados virtuais
- cliparts grátis
- comparação de preços
- culinária
- dinheiro
- discos virtuais
- downloads
- drives
- ebook grátis
- email grátis
- educação
- empregos
- fontes grátis
- humor
- infantil
- jornal e revistas
- leilões virtuais
- lista de discussão
- música gratis cifra
- música grátis mp3
- namoro online
- tradutores online



Receba
Novidades em seu e-mail

Curso de Hipnose
Material de Curso de Hipnose Gratuito

 



Programa, o que voçê irá aprender:

  • O hipnotismo considerado como agente na vida humana
  • Método de sugestão verbal
  • A arte de aplicar o Mesmerismo
  • Método empregado na Índia
  • Método para hipnotizar diversas pessoas
  • As qualidades de um bom operador
  • Quais são os melhores pacientes?
  • Exemplo característico
  • O espírito semiconsciente
  • Diferença entre o hipnose e o sono natural
  • O estudo de catalepsia
  • Como aumentar a força muscular pela hipnose
  • O valor do hipnotismo paro o médico
  • Método para influenciar as mulheres nervosas
  • O hipnotismo para o dentista
  • Suscetibilidade dos pacientes
  • Clarividência, o que é
  • Cura do vício da embriaguez pelo hipnotismo
  • Como acordar o paciente

Introdução ao curso de hipnose:

É de extrema importância que o discípulo preste particular atenção à
essência da presente introdução, porque ela versa não somente sobre a
filosofia de fenômenos, cuja explicação será dada no corpo do manual, senão também sobre uma série de experiências a realizarem-se no estado de vigília, que lhe permite adquirir gradualmente, e por fases suaves, aquele domínio e aquela confiança em si próprio, sem os quais lhe será impossível ser bem sucedido na vida ou tornar-se um hipnotizador de sucesso.

Lição I

O hipnotismo considerado como agente na vida humana - O estudo do
hipnotismo é o estudo da natureza humana. Enquanto o mundo produz gente que manda e gente que obedece, pessoas fortes e pessoas fracas, certas de que são dependentes de outras que são independentes, o hipnotismo será um agente da felicidade humana. Ciência que encerrou o último século, o meu mais ardente desejo é que, no momento mesmo do despertar do interesse que lhe dedica ao público, se forme um juízo melhor dos seus benefícios e do bom uso que se fizer deste poder, assim como do conhecimento da sua influência benéfica só poderá advir proveito para a raça humana.
Fim desta obra - Estas séries de lições completas tem por fim dar ao
discípulo a faculdade não só de hipnotizar com bons resultados, senão
também de lhe fazer compreender alguma coisa das grandes leis que regem essa força. Examinando uma grande parte das obras que têm sido publicadas sobre hipnotismo e sobre as ciências que dele decorrem, pareceu-me que os autores destas obras se preocuparam menos das grandes vantagens que se poderiam tirar delas, do que da facilidade notável com a qual, em certos casos, eles determinam estados de hipnotismo profundo. Em realidade, não há nenhum mistério na produção da hipnose, mas os efeitos e resultados do hipnotismo permanecerão sempre prodigiosos e cada vez maiores.
Perfeição deste método - O meu maior desejo é fazer-vos ver, nestas
lições, quais os resultados que os velhos práticos tiraram desta ciência e até que ponto tereis ração de imita-los, tendo, não obstante, sobre eles, a vantagem da grande luz lançada pela psicologia moderna sobre fenômenos que até o presente eram inexplicáveis. Não é necessário determo-nos a discutir a história do hipnotismo, porque dela se tem tratado em todos os livros que se tem ocupado desta ciência. Lendo tais livros, o discípulo pode tirar proveito de tudo quanto crê e julga útil conhecer relativamente ao bom êxito prematuro daqueles que  descobriram, dando-lhe o nome de Mesmerismo, para batiza-lo de novo, um pouco mais tarde, com o nome de Hipnotismo.
Cada um pode aprender a empregar a força - Não há ninguém que,
possuindo uma inteligência comum e compreendendo a significação de uma linguagem escrita, não possa aprender, por este método de instrução, tudo quanto lhe poderia ser ensinado no país por toda e qualquer escola de Terapêutica Sugestiva. Tudo será exposto de modo claro e prático. Suponho que não conheça nada de Sugestão, de Hipnotismo, Mesmerismo, da Clarividência, e espero, assim, fornecer a você passar cientemente pelas manifestações mais complicadas. Os nossos investigadores modernos tem se preocupado demasiadamente com o que eles chamam de sugestão e terapêutica sugestiva, e a minha opinião é que eles não se compenetraram da importância do sono profundo que caracteriza o verdadeiro hipnotismo.
Importância do hipnotismo profundo - Nesta série de lições, esforcei-
me, para fazer você se compenetrar da importância da ação de passar os
pacientes pelos graus de hipnotismo mais profundos e em vosso poder e
será, assim, levado a ter sempre em consideração uma produção de sono
mais profundo.

 

Nas obras dos primitivos mesmeristas, achamos muitos
exemplos de clarividências atribuídos aos seus sonâmbulos, aos quais
deparamos hoje pouquíssimos casos que lhes possam ser comparáveis. A
isso imputo eu, agora, o contentamento facílimo que os nossos operados
experimentam com os estados de hipnose mais ligeiros. A sua falta de
perseverança em fazerem passar os pacientes por estados mais profundos de hipnose, pode ser atribuída à mesma razão.

A outra causa atribuem os bons
resultados dos mais antigos mesmeristas. Eram, invariavelmente, homens de grande elevação oral. Ressumbrava deles uma influência benéfica que os pacientes apreciavam e recebiam com facilidade. Num ápice, eram capazes de fazer passar para a passividade absoluta aqueles de que estavam tratando.
A pureza das suas vistas, sua intenção benevolente liam-se nos rostos e eles obtinham um resultado imediato sobre as mentes perturbadoras e sobre os nervos sensíveis daqueles em quem exerciam a sua arte.
Importância do motivo elevado nas investigações psicológicas -
Quanto mais nobre é o fim almejado, tanto mais bem sucedido é o operador.
Muitos se tem ocupado do hipnotismo, mas ninguém chegou a um
bom êxito seguro, se não trouxe, ao estudo desta ciência, coração puro e
mãos limpas. Por conseguinte, posso afirmar que, se o seu fim não é outro senão o de satisfazer sua curiosidade, aprendeu o hipnotismo, não poderás jamais esperar receber a recompensa, que não é concedida senão aqueles que aspiram o mais ardente possível a uma luz maior por intermédio da psicologia.

Lição II

Método de sugestão verbal - Para a nossa segunda lição, vamos tomar
o método mais geralmente empregado pelos hipnotizadores modernos e que foi primeiramente divulgado pelo DR. Liébeault, da Escola de Nancy,
França. Batizou ele seu método com o nome de "sugestão verbal", e as suas vistas, opiniões e experiências foram personificadas mais tarde pelo Dr. Bernheim, seu discípulo, numa obra intitulada: Terapêutica Sugestiva.
Tomemos por um momento o lugar do Dr. Liébeault e suponhamos
que um doente vem procura-lo para se tratar pelo hipnotismo de uma
moléstia nervosa qualquer. O doutor pega na mão do paciente, faz-lhe
algumas perguntas e, como este lhe afirma que sofre muito de dores de
cabeça, ele lhe pede que se assente confortavelmente em uma poltrona.
Maneira de proceder de Liébeault - O doutor põe-se a frente do
doente, colocando levemente a mão esquerda sobre sua cabeça e mantendo os dois dedos da mão direita cerca de trinta centímetros dos olhos do paciente, de modo que forme com estes um ângulo bastante elevado; desta maneira o paciente é obrigado a erguer um pouco os olhos para ver claramente os dedos, o que ocasiona nele, assim, a produção de um certo esforço. Então diz o doutor com voz calma e em tom monótono: "Não há nada que temer neste processo. Está prestes a passar, conforme o meu e o seu desejo, pela mesma transfiguração mental por que passais em cada noite de sua existência, isto é, passará primeiramente de uma condição de vida ativa e desperta, para um estado de entorpecimento, estado no qual ouvis, mas não dá atenção ao que se está dizendo e no qual se senti pouco disposto a fazer qualquer movimento voluntário; passará desta condição para o sono
ordinário, no qual não terá consciência do que se passa em seu redor, como acontece em cada noite de sua vida. Despertar-vos-ei deste estado quando me aprouver, grandemente aliviado e fortificado, e notará o desaparecimento da dor". Enquanto está falando, o doutor move com os dedos, dando-lhes um movimento de rotação de cerca de trinta centímetros de diâmetro em redor e um pouco por baixo dos olhos do paciente. Ele continua com esse movimento circular dos dedos, pedindo ao doente que mantenha os olhos e atenção fixos durante todo esse tempo em tom muito monótono.

Página Anterior
Próxima Página
voltar próximo
1 - 2 - 3 - 4 - 5 - 6 - 7 - 8 - 9 - 10

 
 

 

IdealGratis.com © Copyright - Todos os direitos reservado aos seus respectivos Autores. - Envie seu Material - | Parceiros
Escolha seu Idioma:
English (British)
Spanish
French
Italian
Deutsch